ÁREAS DE ATUAÇÃO | Livialyra
 

VARIZES

Sintomas, Tratamentos e Causas

Além de ser uma queixa estética frequente, as varizes podem causar sintomas que prejudicam a qualidade de vida dos pacientes. O diagnóstico e tratamento precoces das varizes podem evitar estágios mais graves da doença como: inflamação das veias e da pele, úlceras e, em alguns casos, trombose.

O que são varizes?

Mais frequente nas mulheres, as varizes são veias tortuosas, dilatadas, que se tornam visíveis. Apresentam diversos tamanhos e podem causar desconforto estético, dor, edema (inchaço) e até úlceras (feridas) nos membros inferiores. As varizes surgem devido ao enfraquecimento na parede das veias e por falhas no funcionamento das válvulas que existem dentro delas e que impediriam o acumulo de sangue e dilatação.

 

A herança genética é a principal causa de varizes.

Se você tem histórico de varizes na família, deverá ficar atento, pois dificilmente esse problema deixará de se manifestar em você. Além disso, existem atitudes e hábitos que aceleram o aparecimento da doença e que podem ser evitados.

O que pode acelerar o aparecimento das varizes?

Obesidade, sedentarismo, tabagismo, atividades que demandam muito tempo em pé ou sentado, alterações Hormonais: gestação, uso de pílulas anticoncepcionais e reposição hormonal.

 

Quando suspeitar que você tem varizes?

Se você tem um ou mais sintomas abaixo, fique atento!
• Veias dilatadas e tortuosas que podem ser visíveis ou não;
• Surgimento de vasinhos azulados e avermelhados;
• Dores nas pernas, associadas a peso, cansaço, inchaço, câimbra e queimação;
• Os sintomas pioram ao final do dia e melhoram ao elevar os membros inferiores.

 

Como prevenir?

A tendência genética para o aparecimento das varizes não tem cura. No entanto, algumas medidas podem evitar a progressão do problema de forma acelerada:
1) Evite ficar parado na mesma posição; 
2) Uso de meia elástica, quando indicado pelo seu médico;
3) Tenha hábitos de vida saudáveis: boa alimentação, controle de peso, prática de exercício físico;
4) Converse com seu médico sobre a melhor forma de contracepção. Em alguns casos, evitar o uso de hormônio é importante;
5) Não abuse do salto alto.

 

Como tratar?

O tratamento das varizes só pode ser estabelecido após avaliação clínica especializada, que frequentemente é complementado pela ultra-sonografia vascular (Doppler vascular ou Duplex-scan).

A depender da veia a ser tratada é estabelecido o tratamento, que pode envolver mais de uma técnica: 
• Meia elástica, mudanças de hábitos de vida e medicamentos;
• Escleroterapia (aplicação ) a Laser ou convencional;
• Cirurgia a Laser ou convencional;
• Escleroterapia (aplicacao) por espuma;

 

VASOS DA FACE

Sintomas, Tratamentos e Causas

A presença de vasinhos no rosto, principalmente perto do nariz, testa e dos olhos, são queixas comuns dos pacientes.

O aspecto escurecido (olheira), sensação de pele envelhecida e a vermelhidão que podem causar, causam muito desconforto estético. Assim como as varizes nas pernas, a tendência hereditária interfere no aparecimento dos vasos em face. Mas o problema se agrava com a idade, gravidez, anticoncepcional, exposição solar. Além disso, o uso excessivo de ácidos e corticóides no rosto pioram o problema.

Como é feito o tratamento?

A depender do tipo de vaso, o médico define se o tratamento será feito com Laser ou Luz pulsada isoladamente, sem injeção. É importante que o paciente não esteja bronzeado e nem utilizando maquiagem ou outros produtos no rosto para evitar complicações. Sempre utilizamos produtos demaquilantes antes do procedimento e é indicado o uso de protetor solar após o tratamento. O número de sessões varia de acordo com o tipo e quantidade de vasos

 

Tecnologia

Muitos pacientes costumam apenas disfarçar o problema com o uso de maquiagens, por desconhecerem a possibilidade de tratamento eficaz e seguro com o uso do Laser Nd YAG 1064 LP e da Luz Pulsada.

 

Sintomas, Tratamentos e Causas

A trombose venosa nada mais é do que a oclusão (entupimento) da veia por coágulo de sangue. Normalmente acontece nas veias da panturrilha ou atrás do joelho e impede que o sangue volte da perna para o coração. Isso gera o acúmulo de sangue na perna, causando inchaço e dor. A principal e temida complicação é a embolia pulmonar.

O diagnóstico pode ser feito no consultório após avaliação médica e realização de Duplex Scan (Ultrassom das veias). Na maioria dos casos, o tratamento se faz com medicação anticoagulante. Somente em casos graves é necessário cirurgia.

TROMBOSE VENOSA

A trombose está associada a:

1) Trauma no vaso 
2) Estase (sangue fica parado) 
3) Tendência genética a formar coágulo

 

Então é preciso ficar atento em casos de:

• História pessoal ou familiar de trombose e AVC (derrame)
• Cirurgia recente
• Trauma nas pernas e imobilização
• Câncer e tratamento com quimioterapia
• Alterações hormonais: gravidez, anticoncepcional, reposição hormonal
• Obesidade
• Viagens longas (maior que 4 horas)
• Alterações genéticas: (trombofilia)
• Presença de varizes

 

E quais os sintomas?

• Dor súbita das pernas (principalmente panturrilhas)
• Edema: Inchaço importante nas pernas ou em uma das pernas (mais comum)
• Panturrilhas endurecidas
• Dor no peito e falta de ar em caso de embolia

 

Como tratar?

Em geral, o tratamento das tromboses é feito com medicação anticoagulante que reduz a capacidade do sangue de formar coágulos. Em casos mais graves pode ser necessário tratamento cirúrgico.

 

Fique atento:

Em caso de suspeita de Trombose procure atendimento médico imediatamente.